Menu
Resenhas

The Dare: o jogo de Taylor e Connor, de Elle Kennedy

The dare
Livro The Dare, da Elle Kennedy, publicado pela Editora Paralela com tradução de

Vamos falar de The dare, da Elle Kennedy, o quarto livro da série Briar U, spin-off da série Amores Improváveis.

A faculdade devia ser a chance de abandonar meu complexo de patinho feio e me tornar um lindo cisne. Em vez disso, fui parar em uma irmandade cheia de meninas malvadas. Já está sendo difícil me enturmar, então, quando minhas irmãs da Kappa Chi propõem um desafio, eu não posso dizer não.A missão: seduzir o mais novo (e gato) jogador de hóquei da Briar.

Todo mundo conhece Conor Edwards. Ele está em todas as festas de fraternidade, e na cama de todas as meninas. É do tipo que você se apaixona antes de perceber que ele nunca olharia para você. Mas o sr. Popular me surpreende – em vez de rir de mim, ele me acompanha até o quarto e finge que estamos nos pegando.

Por incrível que pareça, agora ele quer continuar fingindo. Conor adora um joguinho e acha que vai ser divertido enganar as meninas da Kappa. Mas resistir ao seu charme de surfista é quase impossível, e estou começando a desconfiar que ele tem muito mais a oferecer do que seu fã-clube imagina. O problema é que eu sou péssima nessas brincadeiras. E quanto mais tempo esse jogo bobo durar, maior o perigo de tudo isso explodir na minha cara.

Fonte da sinopse https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=88373
The Dare se encontra no formato digital e físico já disponível em lojas e sites de todo o Brasil.

Existem  maneiras de narrar histórias que nos ganham e nem sabemos explicar como, assim foi com a Elle Kennedy “The Dare”. Já é o  4 livro de um spin off, conhecemos essa galera do hóquei lá na série “Amores Improváveis” e continuamos nos apaixonando por eles em “Briar U” o importante dessas informações é que já temos tudo resenhado aqui para vocês.

Como de costume, o livro anterior sempre  nos indica  mais ou menos quem será o casal de um novo livro, porém em “The play” o Connor teve pequeníssimas aparições, mas uma única cena muito importante e extremamente engraçada/ fofa  conseguiu criar muitas expectativas.

Minha mãe não criou um canalha, mas eu posso ser totalmente impróprio se você gostar.

Antes de conhecermos o casal de The dare, quero abrir um parênteses sobre o time de Hoquei da Briar U no qual o cara joga. O esporte funciona como pano de fundo muito importante para a história mas ele não pode nunca ser deixado de lado. (ELLE KENNEDY meu amor, NÓS PRECISAMOS de um livro/conto/cena  sobre o Frozen Four), Por favor, leiam a série e venham comigo implorar por mais livros, séries e contos sobre esse universo. Eu não estou pronta para o fim.

Enfim retomemos, o casal da vez é composto pelo Connor. Ele é um cara tranquilo que apesar de estar sempre no gelo jogando é também apaixonado pelo mar. Espere aqui descrições daqueles surfistas modelos, tranquilos e bom de conversa, e se tem uma coisa que sabemos é que Connor é bom de conversa graças ao livro anterior; enquanto isso a mocinha é a Taylor, uma garota de fraternidade (crie aqui os estereótipos todos, só para vê-los cair por terra),  os dois se conhecem em uma festa da fraternidade dela e o que motiva o envolvimento dos dois nada mais é do que uma “aposta” (clichês que amamos).

Sinto muito por isso e você vai pensar que eu sou totalmente psicopata, mas preciso da sua ajuda, por favor, continue brincando”, ela balbucia, tão rápido que estou tendo dificuldade em acompanhar. “Eu preciso que você suba comigo e finja que vamos transar, mas eu realmente não quero tocar seu pênis ou qualquer outra coisa.

Qual a história em The dare

Em todos os livros, embora a maior parte das cenas girem em torno da relação do casal sendo construída tanto a personagem feminina quanto a masculina tem alguns ”traumas” ou questões a serem resolvidos (e quem não tem na vida não é mesmo?) e aqui não seria diferente. Enquanto todos endeusam o Connor bonitão e relax aparentemente sempre de bem com a vida, ele lida com algumas inseguranças que começaram no passado ainda na adolescência. Elle Kennedy sabe como ninguém nos mostrar certas fragilidade ao ponto que reforça o quanto é importante o diálogo, seja com os pais, com os amigos ou numa relação amorosa. Amei e não mudaria nem uma única vírgula na construção do personagem do Connor.

The Dare: o jogo de Taylor e Connor, de Elle Kennedy

Sobre a Taylor eu não quero falar muito para não deixar a leitura de ninguém tendenciosa, mas quando eu disse há algum parágrafos ali em cima sobre estar pronto para desmontar os estereótipos é porque sinto que essa personagem tinha tudo para fazer o livro roubar o posto de meu preferido (isso não aconteceu, “The Risk” continua sendo meu número 01) como qualquer pessoa Taylor tem inseguranças na vida, mas o direcionamento de narração/construção de personagem que Elle escolheu não me convenceu pelo forma que a personagem foi descrita; a base de insegurança da Taylor é corporal; sabemos que a pressão estática principalmente em cima das mulheres é cruel e por esse mesmo motivo, crie bastante expectativas que acabaram frustrada.

Enquanto Taylor descreve sua luta eterna contra a balança, todos os outros personagens femininos e masculinos descrevem o corpo da garota como uma réplica da Marylin Monroe (a porção masculina com desejo e a feminina no fundo com inveja), isso nem de longe estraga o plot do livro mas poderia NA MINHA OPINIÃO ter sido melhor abordado, seja pelo viés do distúrbio de imagem (muitas amigas discordaram da minha pessoa e amaram todas as linhas) aí é que a mágica de um bom livro acontece, cada um tem sua experiência e no fim todos acabamos querendo mais e mais desse universo. Elle nos entrega uma história deliciosa sem deixar de abordar temas importantes da atualidade como a invasão de privacidade que nos faz refletir depois de fechar o livro.

The Dare: o jogo de Taylor e Connor, de Elle Kennedy
Livro The Dare, da Elle Kennedy, publicado pela Editora Paralela com tradução de Juliana Romeiro

The Dare
Autora
: Elle Kennedy | Tradução:  Juliana Romeiro
Editora: Paralela
Páginas: 320 | ISBN: 9788584391875
Para ler: https://amzn.to/3o5qAdW

⭐⭐⭐⭐


Ósculos e Amplexos, Karina.

Sobre o autor

Biomédica por formação, bookaholic por paixão!

Sem comentários

    Deixe seu comentário