Menu
Resenhas

Meu corpo virou poesia, de Bruna Vieira

Meu corpo virou poesia
Livro Meu corpo virou poesia, escrito por Bruna Vieira e publicado pela Editora Seguinte

Bruna Vieira ficou conhecida no mundo da internet ao criar o blog Depois dos Quinze. Ela sempre gostou de escrever e já tem mais de 4 livros publicados. Mas hoje vou conversar com vocês sobre o seu primeiro livro de poemas: Meu corpo virou poesia.

Em 2017, Bruna Vieira fez as malas, deixou a vida no Brasil de lado e foi escrever uma nova história em outro país, vestida de coragem e guiada por um sentimento que sempre foi sua maior prioridade: o amor.
Com o tempo, porém, os dias foram ficando cada vez mais longos e solitários. Era como se naquele lugar o amor tivesse perdido o equilíbrio e se tornado uma obrigação. Foi bem perto do fim e de jeito mais frio que ela finalmente se deu conta: é impossível ser “nós” sozinha.

Formado por quatro partes – cabeça, garganta, pulmão e ventre –, este livro é um mapa. Um mapa que leva Bruna de volta à escrita e a si mesma. São relatos reais, repletos de lembranças, aprendizados e cicatrizes, que agora deixam o corpo da autora para encontrar o seu, em forma de poesia.
Ao tocar em temas como autoestima, amizade feminina e relacionamentos (com o outro e sobretudo consigo mesma), Bruna olha para dentro e nos convida a percorrer nestes versos nossa própria viagem de autodescoberta.

Adquiri o exemplar em ebook disponibilizado pela Companhia das Letras através da plataforma NetGalley. Fiz a leitura todos os dias junto com o meu café da manhã. Era bom começar o dia com a companhia das palavras da Bruna Vieira.

O que eu achei de Meu corpo virou poesia

Eu não sei nem o que falar sobre esse livro. É um livro que desperta os mais diversos sentimentos na gente.

Quem nunca teve o coração dilacerado por um amor que atire a primeira pedra. Impossível não se conectar com um ou outro poema (ou com todos, talvez). Bruna se desnudou de todas as maneiras ao escrever esses versos. Mostrou o quanto sofreu e se apagou só pelo fato de amar alguém. Conseguiu colocar em linhas o quanto se sentia só e iludida. O quanto se dedicou e não viu retorno.

Mas também mostrou que podemos ser resilientes, que podemos aprender na dor, que podemos (e devemos) nos reconectar com aquilo que nos importa e deixar no passado tudo que aquilo que nos causo dor, seja por causa do amor ou de qualquer outro motivo.

Meu corpo virou poesia
Livro Meu corpo virou poesia, escrito por Bruna Vieira e publicado pela Editora Seguinte

Conforme eu ia lindo o livro fiquei impressionada pelo tanto que ela se mostrou vulnerável ao falar abertamente sobre o que ela passou, sobre seus medos, sonhos e esperanças. Não é difícil a gente não se identificar com um outro poema ou talvez com o livro inteiro. As palavras são simples, profundas e tão carregadas de todos os sentimentos possíveis.

Os temas abordados são os mais: solidão, decepção, morar fora do país, relacionamento abusivo, autoconhecimento, perdão e redescobrimento. No final, o que vemos é um retorno a si mesma depois de tanto tempo se deixando de lado para satisfazer vontades do outro. É um florescer após um rigoroso inverno. O livro conta também com ilustrações da talentosíssima Brunna Mancuso que traz a imagem para acompanhar os versos

Meu corpo virou poesia um livro de poesias muito sensível e real e que eu realmente recomendo a leitura para todos que curtem o gênero poesia com essa pegada mais atual. Impossível não gostar mais ainda da escrita da Bruna Vieira após essa leitura.

Meu corpo virou poesia
Autora: Bruna Vieira
Editora: Seguinte
Páginas: 184 | ISBN: 9788555341434
Skoob | Goodreads

Para lerhttps://amzn.to/3otfyh6

Mil beijos e até mais

Sobre o autor

Karin Paredes, 34 anos, baixinha, tagarela, adora livros e bibliotecas. Bibliotecária, casada com o Eduardo. Carioca vivendo sonhos em São Paulo. No Prateleira de Cima, fala sobre livros, leituras, literatura e biblioteconomia.

Sem comentários

    Deixe seu comentário