Menu
Resenhas

Pequena coreografia do adeus, de Aline Bei

Pequena coreografia do adeus
Livro Pequena Coreografia do Adeus, de Aline Bei publicado pela Companhia das Letras.

Eu comecei a ler Pequena Coreografia do adeus em ebook cedido pela Companhia das Letras através do NetGalley. Mas logo nas primeiras linhas, eu senti que tinha que parar, porque logo vi que precisava do livro físico para ler a história da Júlia,

Julia é filha de pais separados: sua mãe não suporta a ideia de ter sido abandonada pelo marido, enquanto seu pai não suporta a ideia de ter sido casado. Sufocada por uma atmosfera de brigas constantes e falta de afeto, a jovem escritora tenta reconhecer sua individualidade e dar sentido à sua história, tentando se desvencilhar dos traumas familiares.

Entre lembranças da infância e da adolescência, e sonhos para o futuro, Julia encontra personagens essenciais para enfrentar a solidão ao mesmo tempo que ensaia sua própria coreografia, numa sequência de movimentos de aproximação e afastamento de seus pais que lhe traz marcas indeléveis.

Escrito com a prosa original que fez de Aline Bei uma das grandes revelações da literatura brasileira contemporânea, Pequena coreografia do adeus é um romance emocionante que mostra como nossas relações moldam quem somos.

Sinopse: Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus é o primeiro livro da Aline Bei que li. E não consigo acreditar porque demorei tanto para conhecer a escrita da autora, já que tenho O peso do pássaro morto aqui na estante. Eu realmente estou encantada com o lirismo que a autora consegue dar em uma prosa.

O livro basicamente vai falar sobre relacionamento entre pais e filhos, com uma ênfase maior entre mãe e filha. Aborda a violência doméstica, separação e abuso psicológico.

Pequena coreografia do adeus, de Aline Bei
Livro Pequena Coreografia do Adeus, de Aline Bei publicado pela Companhia das Letras.

O que encontrar em Pequena coreografia do adeus

O livro foi escrito a partir do ponto de vista da Júlia. Aqui temos o que ela pensa, sente, sofre e todas as suas impressões do que está vivendo e também do mundo. A gente sofre com as suas palavras e logo nos apegamos com a personagem.

Há uma sensação de tristeza, dor e melancolia ao longo da leitura. Sinto muita pena da Júlia. A vontade que dá ao ler o livro e pegar essa menina e colocá-la em um potinho e protegê-la de tanto sofrimento. Dar muito amor e carinho porque o leitor sabe que é a única coisa que essa menina precisa.

era de malha fria e aquele abraço me acolheu como só
deitar na grama fez por mim anos depois.

Júlia sobre sua vó, p.55

A busca para encontrar algo que traga pelo menos uma alegria para essa menina acaba sendo motivo de mais desgosto e insatisfação. Júlia encontra na dança a possibilidade de refúgio para tudo aquilo que sente (ou talvez não sente). Então começa a fazer aulas no balé. Mas o que talvez fosse a solução se tornou um grande sofrimento e a certeza de aquilo não era para ela.

Uma coisa que ficou muito na minha cabeça ao longo da leitura foi o pensamento de quantas Júlias existem por aí. Quantas crianças são negligenciadas e carentes de afeto dos pais. É muito doloroso o quanto a Júlia sofre por falta de um lar amoroso e o quanto isso é importante na formação e na vida das pessoas. Me deu uma angústia muito grande sabe. Ninguém merece sofrer desse jeito.

nosso jeito de conversar, diretora, é nos machucando
não por mal, não somos maus
somos tristes e isso é o que fazemos com a nossa solidão

p.109

Por conta de sua estrutura o livro acaba sendo de leitura rápida. Mas é preciso dar algumas pausas porque tem partes que são muito difíceis de prosseguir. A autora faz muito uso de recursos gráficos para escrever a história e colocar o leitor nas sensações dos personagens. A gente vai se envolvendo com cada linha lida. Eu acabei marcando diversas passagens do livro que são muito pesadas, duras e que trazem para o leitor a dor que a personagem sente.

A Pequena Coreografia do Adeus é um livro triste e bonito. Aline Bei conseguiu casar a forma e o conteúdo de um jeito muito delicado que faz o leitor se envolver de forma muito profunda com a história e seus personagens. Recomendo a todos os fãs da autora e também para aqueles que estão atrás de uma boa leitura.

Pequena Coreografia do adeus
Autora: Aline Bei
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 240 | ISBN: 9788537816042
Skoob | Goodreads

Para lerhttps://amzn.to/2VMq6Nn

Mil beijos e até mais

Sobre o autor

Karin Paredes, 34 anos, baixinha, tagarela, adora livros e bibliotecas. Bibliotecária, casada com o Eduardo. Carioca vivendo sonhos em São Paulo. No Prateleira de Cima, fala sobre livros, leituras, literatura e biblioteconomia.

Sem comentários

    Deixe seu comentário