Menu
Resenhas

Para sempre interrompido, de Taylor Jenkins Reid

Para sempre interrompido

Para sempre interrompido foi o último livro da Taylor Jenkins Reid já publicado que eu li. E eu não poderia estar mais feliz em dizer que finalmente li tudo o que essa mulher já escreveu.

“Já ouviu falar de supernovas? Elas brilham com mais força que qualquer outra coisa no céu, e depois se apagam de uma hora para outra. Uma supernova é uma explosão de uma energia extraordinária.” Elsie e Ben pareciam ter todo o tempo do mundo: vinte e poucos anos, recém-casados, apaixonados. Entre eles as coisas sempre aconteceram depressa, como uma explosão irrefreável de energia. Elsie só não tinha como saber que o brilho de seu romance seria tão fugaz.

Pouco mais de uma semana depois de se casar, Elsie perde Ben em um acidente e sente o futuro se desfazer diante de seus olhos. Só o que resta é um eterno agora, carregado de questões não resolvidas do passado.
Para atravessar sua dor, Elsie precisará inevitavelmente olhar para trás. Não só para entender a dimensão de sua perda, mas também para conhecer a nova família que nunca chegou a ter – e para descobrir, enfim, quem ela se tornou depois de ter seu final feliz interrompido.

Fonte da sinopse: Companhia das Letras

Apesar de ter sido um dos últimos livros da autora publicado no Brasil, Para sempre interrompido foi originalmente publicada em 2013 nos Estados Unidos. Ele faz parte do primeiro período de escrita da Taylor Jenkins Reid, o pré Taylorverso como gosto de chamar carinhosamente.

Para sempre interrompido

A história em Para sempre interrompido

Antes de falar de Para sempre interrompido quero deixar claro, para todos os que estão pensando em fazer essa leitura que se caso esteja passando por algum momento triste, de perda, é melhor aguarda um pouco mais porque a história retrata o luto de uma mulher que acabou de casar com sua alma gêmea.

Outra coisa que quero pontuar: cuidado com as expectativas sobre esse livro. Se você leu Daisy Jones & The Six ou Os sete maridos de Evelyn Hugo não espere algo nesse sentido para esse livro. Essa história faz parte da primeira fase da Taylor Jenkins Reid como escritora. Então não irá encontrar muitas reviravoltas.

Como disse logo aí acima, o livro vai tratar de luto e como é viver esse momento de grande perda ao lado de alguém que não te conhece ou desconfia de você. Vamos acompanhar a história de Elsie que após a morte de seu recém marido Ben, precisa conviver com a perda enquanto tenta provar para a sogra, que nunca tinha conhecido, que era a mulher da vida dele.

É uma história sobre luto e sobre como encontrar o caminho para seguir em frente. Elsie é bibliotecária e me identifiquei em muitas partes nos quais ela está trabalhando ou falando sobre livros. Mas a identificação acaba por aí, porque em alguns momentos queria dar uns tapas na menina.

Para sempre interrompido é dividido em duas partes (algo que parece ser bem característico dos livros da Taylor) em uma estamos vendo os acontecimentos do presente, a partir do acidente do marido. Na outra parte, temos os acontecimentos do passado, desde o momento em que Ben e Elsie se conhecem até após o casamento deles. A autora vai intercalando esses dois momentos e ao longo da narrativa vamos entendendo esse amor profundo e rápido que fazem o casal querer casar e viver juntos em menos de 6 meses.

Para sempre interrompido, de Taylor Jenkins Reid

Para sempre interrompido não tem muitas reviravoltas e o ritmo de leitura é tranquilo. A história é do jeitinho que gosto de ler: histórias de pessoas, personagens verosímeis e que podemos encontrar em qualquer esquina do mundo. Eu tenho a sensação que é um livro que poderia ser a biografia de muita gente por aí. É o que mais me encanta na escrita da Taylor.

Apesar de ter gostado muito da história de Para sempre interrompido, não achei o livro mais legal da primeira fase da Taylor Jenkins Reid. Vale muito a leitura para quem é fã da autora, para quem curte bastante livros de romance contemporâneo ou para quem está querendo uma boa leitura de lazer sem segundas intenções.

Para sempre interrompido (Forever, interrupted)
Autor: Taylor Jenkins Reid
Tradução: Alexandre Boide
Editora: Paralela
Páginas: 304 | ISBN: 9788584392315
Skoob | Goodreads

Para lerhttps://amzn.to/3F2zmy1

Avaliação: 5 de 5.

Mil beijos e até mais

Sobre o autor

Karin Paredes, 34 anos, baixinha, tagarela, adora livros e bibliotecas. Bibliotecária, casada com o Eduardo. Carioca vivendo sonhos em São Paulo. No Prateleira de Cima, fala sobre livros, leituras, literatura e biblioteconomia.

Sem comentários

    Deixe seu comentário