Resenhas

Em pedaços, de Lauren Layne – Série Recomeços #1

14 de junho de 2019
Capa do livro Em Pedaços de Lauren Layne

Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém-chegado da guerra. Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante. Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa nova-iorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito. Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes. Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços?.
Fonte da sinopse Editora Paralela

Lauren Layne, vamos ser amigas? Esse é o segundo livro que leio da autora e definitivamente o que ganhou meu coração pra sempre! O que me fez escolher essa história além do contato anterior que tive com a autora foi saber que ele era uma especie de reconto de “A Bela e a Fera”. Ao passo que isso contou muito a favor também fiquei com medo da minha história preferida de todos os tempos fosse estragada, mas já adianto ali em cima pelas 5 estrelas que essa história roubou meu coração.

Por um segundo, no entanto, eu gostaria que ela perguntasse. Gostaria que alguém perguntasse o que aconteceu. Como estou. Algo além do enfadonho “precisa de alguma coisa?”. É claro que eu preciso. Preciso de alguém que se importe.

Nesse plot teremos Olivia e Paul como personagens centrais da trama, Olivia mora em Manhattan, frequenta a alta sociedade Nova Iorquina, estudava na NUY e vivia a vida do sonho americano, até que decide largar tudo para tentar reparar suas escolhas erradas que fez na vida tão perfeita que levava (insira aqui um eufemismo para fugir das enrascadas que se enfiou).

Estava com tanta pressa de escapar do mundo que nem parei para pensar que muitas vezes a fuga anda de mãos dadas com a solidão.

Enquanto isso no Maine conhecemos Paul, um veterano de guerra, que voltou do Afeganistão com muito mais que cicatrizes, apesar de jovem e sobrevivente Paul se recusa a conviver em sociedade, até que num ato desesperado seu pai contrata Olivia para fazer companhia ao filho atormentado, na esperança de que ela o traga de volta a vida.

Em algum lugar lá dentro, um demônio me diz que eu vou decepcioná-la. Que vou destruí-la. Pela primeira vez desde o Afeganistão, eu o ignoro. Pela primeira vez, eu me deixo acreditar que o passado – minhas cicatrizes – não me define.

É ai que começa o joguinho de gato e rato, enquanto eles aprendem a lidar um com o outro, eles também precisam lidar com os próprios problemas; como Paul vive enclausurado na casa são poucas as opções de cenário, e poucos os personagens secundários, mas todos que são inseridos na trama tem um papel muito importante e mesmo que a principio o pai pareça relapso aos poucos vamos entendendo as motivações de cada um.

Deveria ser um alivio, mas não consigo afastar um pressentimento sombrio. Não importa para onde eu olhe, as paredes estão caindo. E essa garota continua despertando em mim a coisa mais perigosa do mundo. Esperança.

Para todo amante de “A Bela e a Fera” há cenas especificas reproduzidas de outras maneiras em “Em pedaços” que sem duvida vão deixar seu coração quentinho. Os fãs da história vão reconhecer a biblioteca da “Fera”, Olivia cuida tão bem de Paul quanto a Bela cuidou da fera depois dele resgata la dos lobos, até referencia ao espelho que mostra o mundo real temos, tudo é trago do conto de fadas para o mundo de uma maneira magistral.

Amo a pessoa que Paul é. A escuridão e as sombras. Seu sorriso e a bondade que faz tanto esforço para esconder. O jovem quarterback por baixo do veterano de guerra. Amo mais o lado direito de seu rosto, coberto pelas cicatrizes, que a perfeição do esquerdo.

Para quem gosta de um bom New Adult essa é uma ótima leitura, “Em Pedaços” tem sua carga de drama bem dosada, duas pessoas com problemas completamente diferentes, numa vivencia forçada ( mesmo que só no começo) entendem que não há como medir a dor do outro pela sua própria dor; eu como leitora cometi o erro de no começo do plot achar que os problemas de Olivia não eram tão graves quanto os problemas de Paul (o que não justificava a necessidade de fuga dela), mas logo todo o empenho dela em ajuda-lo mesmo que isso pudesse a destruir no processo me fez entender o quanto a personagem é incrível!

Se meu objetivo inicial era manter Olivia Middleton na casa, minha nova intenção é muito mais sombria. Vou acabar com ela, do mesmo jeito que está acabando comigo.

“Em pedaços” é o primeiro livro de uma trilogia, mas que dá facilmente para ler como livro único, porque a história se fecha completamente mas Lauren Layne tem uma escrita tão quentinho no coração que logo você vai querer ler o segundo que aqui foi publicado como “Como num filme” que é um prequel e conta a história de Ethan (que é um personagem importante no primeiro livro). A Paralela tá arrasando nas publicações e capas, como capas são sempre polemicas aqui no Brasil adianto que dos três livros da Lauren Layne publicados aqui nossa versão de capa é muito mais bonita que a gringa!

Em pedaços (Série Recomeços #1)  
Autor
: Lauren Layne | Tradução: Lígia Azevedo| Editora: Paralela
Páginas:  248 | ISBN: 9788584391172
Skoob | Goodreads
Para ler: https://amzn.to/31xktkP
Ósculos e Amplexos, Karina.

Você poderá gostar de

1 comentário
comentários pelo Facebook

  • Responder Imperfeitos, de Lauren Layne Recomeços #2 - Prateleira de Cima 26 de junho de 2019 às 08:00

    […] vamos conhecer Michael St. Claire, a ponta solta do trio que começamos a conhecer lá em “Em pedaços“, uma vez que me apaixonei pelo primeiro livro, fui criando uma persoanlidade para o Michael […]

  • Deixe um comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.