Imperfeitos, de Lauren Layne Recomeços #2

26 de junho de 2019

Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência.
O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento? 

Fonte da Sinopse: Paralela

Em “Imperfeitos” vamos conhecer Michael St. Claire, a ponta solta do trio que começamos a conhecer lá em Em pedaços, uma vez que me apaixonei pelo primeiro livro, fui criando uma persoanlidade para o Michael em minha cabeça que em partes estava certa e em alguns outros aspectos foi se desconstruindo aos poucos.

Depois do evento fatidico em que o “Trisal-não oficial” Ethan-Olivia- Michael se desfez (vamos abrir um parenteses aqui, olhando para as 3 capas ali em cima me dei conta que nossos mocinhos são quase exatamente a mesma pessoa, mesmo porte, mesma barba e mesmo cabelo…Olivia você não só está perdoada como também está de parabens pelo bom gosto) a vida do St, Claire ainda reserva muitas surpresas e algumas decepções.

O garoto acostumado com as regras e conveniencias do Upper east side em Nova Iorque, preterido não uma mas duas vez por Olivia, Michael parte sozinho e desolado para o Cedar Grove no Texas atrás de descobrir quem ele realmente é; Michael descobre numa briga dos pais que ele não é filho biologico do St. Claire além obviamente além de mexer com o orgulho dele , a curiosidade fala mais alto, ele precisa entender porque de uma hora para outro tudo o que ele tinha começa a desmoronar, motivado a descobrir um pouco sobre  a vida do pai biologico ele vai embora.

Faz seis meses que não me importo. Com nada.

Imperfeitos, pág 7.

Como partiu furioso para Cedar Grove, ele abre mão do conforto que o dinheiro dos St. Claire proporciona, abre mão de trabalhar com o recente diploma conquistado na NYU e vai trabalhar como instrutor de Tenis na pequena cidade, onde ele conhece, linda, refinada  (e chata na minha opinião) Kristin Bellamy um velho e bom exemplo do que ele já estava acostumado , o unico problema é que ela é namorado do Devon, o recente meio irmão que Michael descobriu, assim a garota passa a ser uma importante peça no jogo de aproximação, o que Michael não esperava é que junto a Kristin ele conhecesse Chloe, a irmã sarcastica, imprevisivel e cheia de inseguranças da Kristin.

Imagem com citação e capa do livro Imperfeitos, da Lauren La

Chloe é mais um ano mais nova que Kristin e praticamente o oposto, enquanto Kristin joga charme para todo e qualquer lado somente para se sentir o centro das atenções, Chloe volta seu foco para os estudos e para a paixão “secreta” que ela nutre por Devon, que antes de se tornar o namorado popular da irmã era o nerd seu melhor amigo.

As irmas Bellamys passam muito tempo no clube, Kristin porque fica entediada e marca inumeras aulas com Michael para treinar Tenis e jogar o charme aleatoriamente e Clhoe porque está cansada de ficar em casa onde os pais insistem que ela deveria se exercitar um pouco mais, talvez se ela ficasse mais proxima de kristin a aptidão para uma vida mais saudavel por osmose entraria na rotina dela.

Então afasto a mão, meio nervoso, porque tenho a estranha sensação de que Chloe Bellamy sabe que, quando eu concordo que é difícil, não estou falando do exercício.

Imperfeitos, pág. 31.

Quase como um (re)conto do patinho feio, Chloe cansada de viver a sombra da irmã  vai encontrar no Michael um aliado para se transformar,  para ele melhor que uma irmã Bellamy são duas, assim é o caminho fica em teoria mais rapido para a familia biologia, uma vez que a familia das garotas é estremamente proxima da familia do pai biologico.

Com muitas tiradas sarcasticas, muitos questionamentos sobre o corpo perfeito e todos os padrões impostos, é divertido ver duas pessoas bem perdidas se desconstruindo e se encontrando numa rota de colisão que vai fazer muita bagunça, com direito a viagem no 4 de julho no estilo mais cliche possivel os personagens acabam descobrindo que as verdades que a gente procura nem sempre são doces como imaginamos.

[…] Eu te amo Michael St. Claire. Mas não vou me oferecer de novo.Cansei de esperar que um cara acorde pra vida. Se me deixar ir embora, vou seguir em frente.

Imperfeitos, pág. 241.

Nesse livro não vamos encontrar  o bad boy e a moça indefesa, nem o casal de amigos que não enxergam o amor um do outro, vamos encontrar Michael e Chloe descobrindo que muitas vezes a felicidade é maior do que podiamos imaginar se olharmos pro lado; com epsaço para romance e auto descoberta o livro vai de a heroína hilariante para o final gloriosamente romântico. E a participação final dos amigos do passado, Olivia e  Ethan o livro que fecha a história de amigos que se machucam, se afastam e acabam descobrindo uma maneira de se reencontrar e compartilhar o que se tornaram, essa trilogia acerta exatamente o tom em todos os sentidos para os meus gostos de leitura.

Imperfeitos  
Autor
: Lauren Layne | Tradução: Lígia Azevedo | Editora: Paralela
Páginas:  256 | ISBN: 9788584391387
SkoobGoodreads
Para ler:  Amazon

Ósculos e Amplexos, Karina.

You Might Also Like

Nenhum comentário no blog
comentários pelo Facebook

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.