Menu
Resenhas

Tintim e a Lua, de Hergé

Tintim e a lua

Tintim e a lua, de Hergé, é um quadrinho que reúne dois quadrinhos famosos do jovem detetive que se passam em solo lunar. O livro chegou através da parceria que o Prateleira de Cima tem com a editora Companhia das letras e o vou contar o que achei dessa leitura.

Publicados quinze anos antes de o homem aterrissar na Lua, em 20 de julho de 1969 – e antes mesmo do primeiro satélite, o Sputnik 1, ser lançado, em 1957 –, Rumo à Lua e Explorando a Lua narram os preparativos e a espetacular saga, cheia de perigos, de Tintim e do capitão Haddock em solo lunar. Ao regressar do país do Ouro Negro, o capitão Haddock recebe um telegrama do professor Girassol, no qual ele avisa que está na Sildávia e pede que o capitão e Tintim vão encontrá-lo. No aeroporto de Klow, capital da Sildávia, um chofer os aguarda e os leva ao que parece ser uma instalação militar ultrassecreta.

Lá encontram Girassol dando os retoques finais num foguete atômico a bordo do qual partirá rumo à Lua. E ele quer Tintim e Haddock na expedição! Os perigos com que nossos astronautas toparão durante a viagem não serão nada perto do que enfrentarão explorando a Lua: como se não bastassem as armadilhas e dificuldades do solo lunar, eles vão se ver às voltas com um inimigo cruel e disposto a tudo para alcançar seus objetivos.

Fonte da Sinopse: Companhia das letras

A Quadrinhos na Cia é a casa editorial de diversas aventuras do Tintim, então muito provavelmente você já tenha esbarrado em alguma capa e titulo parecido, mas esse lançamento em especial vem em capa dura e reunindo em um só livro os dois volumes “Rumo à lua” e “Explorando a lua” das aventuras que Tintim, o Capitão Haddock e o Milu. As explorações espaciais são o pano de fundo das histórias, então se prepare-se para diversão ao ponto de gritar: Corre aqui, Nasa!!!

Tintim é um repórter, Milu é o seu cãozinho, Capitão Haddock é um marujo muito, mais muito mal humorado (meu personagem favorito). Esses três são os personagens principais das aventuras de Tintim. Claro que ainda tem espaço para os irmãos inspetores – os Dupondt – e o professor Girassol. Os traços do quadrinho são finos e detalhados, um estilo muito característico do Hergè conhecido como o estilo ligne claire (linha clara).

Os personagens do Hergè são o ponto alto das aventuras que sempre contam com um mistério a ser resolvido, claro que esse mistério é sempre recheado de ficção cientifica, fantasia e até umas pontuações mais politizadas, mas voltando aos personagens em uma aula da faculdade um dos meus professores comentou que o o desenvolvimento do personagens do Hergè se assemelhavam aos personagens do Charles Dickson e isso com certeza acende a luzinha do: Vamos querer toda a obra produzida!

Tintim e a Lua, de Hergé

Se você nunca ouviu falar nesse quadrinho, talvez tenha visto a adaptação para a tv que passava no Canal Cultura no anos 90/00 e se ainda sim você não tiver ideia do que eu tô falando eu ouso comparar que os personagens das aventuras de Tintim seria na Europa ao que seria o Mickey Mouse para a Disney e para a America.

A trama em Tintim e a lua

A aventura começa quando capitão junto com Tintim e o Milu voltam pra casa e recebem um telegrama do professor Girassol pedindo que os encontre na Sildávia, o professor está numa base ultrassecreta e convida os dois a fazer parte da tripulação que seguirá rumo a lua! E é a partir dai que o roteiro ganha espaço para aventura, mistério e ação!!! Quando os “problemas” de viagem começam acontecer várias menções a ultima aventura (País do Ouro Negro) são mencionadas, então é impossível sair dessa HQ sem vontade de ler tudo o que já foi publicado!

Tintim e a Lua, de Hergé

Em termos de roteiro é fácil se apaixonar se você tiver em mente que Tintim e a lua foi feito antes da ida do homem a lua! Os storyboards seguem em sua maioria no clássico dos quadradinhos, e quando saem do formato “mais comum” tem um motivo cênico pra isso. As paginas inteiras são lindas e os quadros mais alongados contam além texto um pouco de perspectiva (como no quadrinho de lançamento do foguete).

O quadrinho é colorido com uma paleta bem peculiar e forte, encontramos basicamente azul, laranja e preto. Tons de verde se completam em meio a paleta predominante (e pra mim que tô acostumada com quadrinhos que as cores são mais “lavadas” e aquareladas foi uma boa surpresa) Depois que terminei a leitura fui pesquisar um pouco sobre as cores usadas e descobri que cores fortes e a ausência de sombramento fazem parte da técnica “linha clara” também conhecida como “democracia das linhas”.

Para quem quer começar a se arriscar no mundo dos quadrinhos, Tintim e a lua com certeza é um ótimo exemplar, a diversão está garantidíssima! E quem quiser uma amostrinha do tom do desenho há trechos de varias aventuras disponíveis no YouTube.

Tintim e a lua
Rumo à lua | Explorando a lua
Autor
: Hergé | Tradução:  Eduardo Brandão
Editora: Quadrinhos na Cia
Páginas: 128 | ISBN: 9786559210022
Para lerhttps://amzn.to/3dLtwpC


Ósculos e Amplexos, Karina.

Sobre o autor

Biomédica por formação, bookaholic por paixão!

Sem comentários

    Deixe uma resposta